24 de abr de 2012


Em favor da família

As festividades de final de ano têm um aspecto comum que se estende a todo o planeta: a união. Nessa época, as pessoas aproveitam para fazer as pazes, reencontrar algum ente querido que não via há tempos e também distribuir demonstrações de afeto.

Protagonista, em abril passado, do acontecimento que atraiu os olhares curiosos de bilhões de pessoas, o casamento do príncipe William com Kate Middleton, a família real britânica passou por uma situação desconfortável às vésperas do Natal. O príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth 2ª, foi hospitalizado na noite de 23 de dezembro, após sentir dores no peito. O duque de Edimburgo, 90 anos, precisou ser internado por causa de uma artéria coronária obstruída, de acordo com as informações divulgadas pelo Palácio de Buckingham.

A operação foi bem sucedida. Os médicos do hospital Papworth, referência em procedimentos cardíacos, realizaram uma angioplastia apenas com anestesia local. Ainda sob observação, o nobre não pôde passar as festividades com a família, que comemorava a data na propriedade real de Sandringham, no leste da Inglaterra. Foi o primeiro Natal em que o príncipe não passou com os membros da Corte.

Na tradicional mensagem natalina, gravada no dia 9 de dezembro, a rainha Elizabeth 2ª enalteceu o valor da família. No discurso, transmitido pelas emissoras de rádio e TVs britânicas. “Nos momentos duros alcançamos a força de nossas famílias”, declarou.

O duque anunciou, há cerca de seis meses, que está ficando com a memória enfraquecida e  que pretendia aposentar a sua agenda oficial em breve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui vocês podem comentar liberalmente o que pensam,expondo seus pontos de vista.